Publicado por: peregrino | 14 de Janeiro de 2013

Da esquerda à direita (I)

Um facto que salta à vista (e nem é preciso estar muito atento) é que Portugal vive tempos difíceis. Mas vejamos bem: Portugal alguma vez deixou de estar em tempos difíceis desde a implantação da República?

A primeira república foi o caos que se sabe e dela não saiu absolutamente nada de positivo.

A segunda república foi a ditadura que se conhece mas que, apesar dos seus tantos aspectos negativos teve, pelo menos, a virtude de conseguir equilibrar as contas públicas e encher os cofres públicos.

A terceira república é aquela que vivemos actualmente e tem algumas peculiaridades que praticamente a transformam num ‘worst-off’ (oposto de ‘best-off’) das duas anteriores.

Antes de prosseguir deve-se ressalvar que ainda está por explicar como é que tendo a 2ª republica deixado os cofres cheios (e as contas em ordem), poucos anos depois do 25 de Abril o País já estava em falência! E como é que faliu novamente menos de 10 anos depois da primeira falência? Intrigante! Muito intrigante! Alguma explicação devia ser dada ao Povo Português a este respeito! Parece haver aqui qualquer (muita) coisa que não joga bem!

(continua)

Advertisements

Responses

  1. […] Antes de prosseguir sugere-se a leitura da primeira parte deste artigo (Parte I) […]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: