Publicado por: peregrino | 18 de Novembro de 2012

Ontem e hoje (III)

Antes de prosseguir sugere-se a leitura das primeiras duas partes deste artigo (Parte I e Parte II)

A Constituição (ou leis fundamentais) deve ser vista como um ponto de partida e sob ela devem ser escritas e aplicadas todas as outras leis que regem a sociedade. Nenhuma lei se pode sobrepor à Constituição em vigor. Pelo menos assim deveria ser assim numa Real Democracia!

Perante isto o que se pode dizer de um regime que fala em alterar a Constituição de modo a retirar direitos e garantias à população? Se sabe que são aquelas as regras do jogo por que é que não actua em conformidade? Por que não segue o exemplo de S.M D.Manuel II e de todos os Reis que lhe precederam? O que é que isso nos diz a respeito da competência da república?

No mínimo diz-nos a todos nós, Portugueses, que a República não sabe o que anda a fazer. Usando uma expressão que está muito em moda nos últimos tempos: só sabe fazer navegação à vista. A República não tem um projecto a médio/longo prazo para Portugal. Nunca o teve! No entanto, ainda que o tivesse (e destruir a Nacionalidade não conta!), seria completamente incapaz de o seguir e o levar a bom porto. Há mais de 100 anos que é assim e os monárquicos sempre alertaram para tal. A bem da Nação esses alertas não podem continuar a ser ignorados. Os monárquicos têm do seu lado provas concretas da incapacidade republicana para gerir os destinos do País: se não conseguem cumprir as leis que eles próprios aprovaram …

Caros compatriotas é urgente perceber que a república, em poucos mais de 100 anos, praticamente só soube destruir a nossa Nação. Que grande projecto têm os republicanos para Portugal? Nenhum! É urgente regressar ao regime monárquico que, pela continuidade que o caracteriza, é capaz de levar a bom termo projectos de grande escala para Portugal. E que melhor exemplo que os descobrimentos que foram sendo preparados e executados ao longo de vários reinados?

Ontem como hoje Portugal não só merece como precisa de um regime que valorize o Povo Português, que O conheça e que saiba mobilizar o melhor das capacidades nacionais! Ontem como hoje, Portugal precisa de uma monarquia que defenda verdadeiramente o Povo Português, Portugal e as suas leis mais básicas.

Viva a Monarquia!

Viva Portugal!

Anúncios

Responses

  1. […] (continua) […]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: