Publicado por: peregrino | 10 de Junho de 2012

Está tudo interligado (II)

Antes de prosseguir sugere-se a leitura da primeira parte deste artigo (Parte I)

A classe trabalhadora é obrigada a trabalhar cada vez mais, a ganhar cada vez menos e a pagar cada vez mais impostos. Tudo em nome de uma competitividade que não chegará porque qualquer mente sensata entende que as medidas que estão a ser tomadas só trazem a miséria, quantas vezes a morte, e não o progresso. A população, essa, vai sofrendo. A insensibilidade social nunca foi boa conselheira e nunca deu bons frutos. O que se pode esperar quando se passam a ver somente números em vez de ver seres humanos? O que se pode esperar quando se desumaniza a sociedade?

Não deixa de ser irónico que a Monarquia tenha, num arrebato de consciência, abolido a escravatura para a República (que se auto-denomina de libertadora), sem qualquer tipo de escrúpulos a reintroduzir em Portugal! Sim, porque parece que o que se está a assistir neste País não é ao aumento da competitividade, não é à liberalização do mercado de trabalho, não é à modernização! Parece estar-se a assistir à restauração ‘silenciosa’ da escravatura. O que mais se pode chamar ao aumento das horas de trabalho (sem a equivalente remuneração), ao desrespeito pelos direitos dos trabalhadores, ao desprezo pela vida dos mesmos tudo para beneficio de uns quanto protegidos (que da população não é certamente)? A única coisa que ainda nos separa da total escravatura é o facto de ainda haver ordenados. Mas mesmo esses estão a diminuir para níveis tão vergonhosos que muita gente já nem para comer tem! A diferença parece ser cada vez menor.

Para um regime que apregoa como seu lema ‘Liberdade, Igualdade e Fraternidade’ (que originalidade!!!), tudo isto deixa muito a desejar, tudo isto é muito estranho. Liberdade? “Onde estás, quem te demora? (…) Movam nossos grilhões tua piedade”(*). Igualdade? Que igualdade existe numa sociedade em que os dinheiros públicos parecem ser suficientes para pagar salários e pensões desnecessariamente milionários mas parecem já não existir (somente a título de exemplo) para pagar as reformas a idosos, para investir na educação, na saúde e na cultura? Que igualdade é esta?

Fraternidade? Que fraternidade existe numa sociedade que promove as clivagens sociais ao invés de as atenuar? Que fraternidade existe numa sociedade que não protege aqueles que, por meio de trabalho, esforço e dedicação lutam por uma vida melhor?

Não existe tal coisa de ‘Liberdade, Igualdade e Fraternidade’.  São apenas palavras de uma promessa que nunca se concretizou em acções concretas (já lá vão mais de 100 anos). Será esta nunca cumprida promessa com 100 anos a manifestação da tão falada ética Republicana?

(continua…)

(*) Bocage

Advertisements

Responses

  1. Parabéns! Pertinentes considerações! De facto, esta “republiqueta” só tem gerado miséria e desigualdades (cada vez mais gritantes) !
    A única hipótese de sairmos do atoleiro em que os republicanos nos meteram será a restauração da Monarquia, com todos os valores patrióticos e morais que ela representa! Mas como…?, se estes canalhas da república maçónica têm tudo controlado, até nos tribunais…?!
    A minha esperança é saber que a Deus nada é impossível e que esta terra de Santa Maria está protegida pela Virgem Santíssima!

    • Bem haja pelo seu comentário. É importante questionar a realidade que nos rodeia pois é daí que o esclarecimento nasce. Ainda mais importante é não perder a esperança e levar as novas perguntas, as nossas inquietações aos outros para que também eles aprendam a questionar o que os rodeia. Só assim se pode criar uma sociedade mais esclarecida e, consequentemente, mais livre.

  2. […] Antes de prosseguir sugere-se a leitura das duas  primeiras partes deste artigo (Parte I e Parte II) […]

  3. […] (continua …) Classificar isto:Share this:FacebookTwitterMaisEmailPrintGostar disto:GostoBe the first to like this. […]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: