Publicado por: peregrino | 15 de Janeiro de 2012

2012: o ano do adeus

Normalmente no fim de um ano começa-se a procurar o acontecimento mais marcante desse ano. É certo que 2012 ainda há pouco começou mas perante o desnorte que esta republica tem mostrado parece que já se pode antecipar o grande marco do ano que agora se está a iniciar. A menos que Portugal mude radicalmente o percurso (errado) que tem vindo a trilhar 2012 será, sem dúvida, o ano do adeus. Se o caro leitor não acredita, então veja algumas das coisas a que virá a ter de dizer adeus:

Adeus ao subsídio de férias;
Adeus ao subsídio de Natal;
Adeus a bens de primeira necessidade com taxas de IVA reduzida ou até média;
Adeus à segurança;
Adeus à equidade aquando do pedido de sacrifícios;
Adeus ao poder de compra;
Adeus ao emprego;
Adeus à estabilidade das famílias;
Adeus à paz social;
Adeus ao aumento da natalidade;
Adeus à justiça social;
Adeus à independência nacional;

E a lista continua …

Será esta a ética republicana que tanto se falou/fala?
Com tanto adeus que Portugal vai ter de dizer em 2012 bem que se podia aproveitar para dizer adeus à república de modo a poder mudar de rumo e dizer

Olá Monarquia;
Olá esperança.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: