Publicado por: peregrino | 22 de Dezembro de 2011

Ética Republicana ou chamar o Rei? (III)

Antes de prosseguir sugere-se a leitura das duas primeiras partes deste artigo (Parte I, Parte II)

Finalmente a ‘brilhante’ ideia de diminuir o número de feriados! A justificação é que Portugal tem mais dias de descanso que a média europeia (terá mesmo?). Mas se é uma média quer dizer que há países com mais e países com menos. Assim sendo, o nosso número de feriados não estará assim tão desajustado relativamente à realidade europeia. No entanto, acreditando que é efectivamente necessário baixar o número de feriados (será mesmo?) para recuperar a economia nacional (já se sabe à partida que estas medidas são contra-producentes), nivelando esse valor pela média europeia, há uma pergunta que logo se deve levantar: será que os ordenados também vão ser nivelados pela média europeia?

Aqueles que nos representam nas instâncias europeias são remunerados pelo seu trabalho, como é natural. E será que essas remunerações estão ao nível das médias de remunerações em Portugal (País que os elegeu) ou será que estão ao nível europeu? Dois pesos e duas medidas? Será a tão falada ética republicana?

É sempre muito engraçado ver os nossos governantes usarem apenas as médias que lhes interessam. Sempre que nivelam por qualquer média é sempre a nivelar por baixo, retirando benefícios e direitos à população que os elegeu! Mais ética republicana? Afinal estão a (des)governar para quem? E não ousem dizer que é para o povo português! Não insultem a nossa inteligência!

E de quem é a culpa disto? Acima de tudo do povo de Portugal! E porquê? Porque parece não querer abdicar de um Presidente e substitui-lo por um Rei que, distante dos sujos interesses partidários, consiga pôr ordem nesta Terra e saiba honrar o juramente de defender Portugal e o seu Povo. Um Rei sabe que o seu poder vem do povo que o aclamou e sabe que é sua missão defender os interesses desse mesmo povo, colocando-os acima de qualquer interesse particular.

Verdade seja dita, na prática de que nos vale ir eleger um novo presidente a cada 5 anos? Que vantagem nos trouxe/traz? É que além das Monarquias serem mais baratas que as repúblicas, conseguem um maior poder de representatividade, são livres de influências político-partidárias e ainda conseguem poupar as fortunas que se gastam com as eleições presidenciais e com os ex-presidentes.

É mais que tempo de decidir abdicar, por um bem maior, do ‘papelinho de 5 em 5 anos’. É mais que tempo de ter um poder livre e independente que defenda verdadeiramente Portugal e o seu Povo. Com as éticas republicanas que temos visto, é mais que tempo de chamar o Rei.

POR PORTUGAL!

PELO POVO PORTUGUÊS!

Anúncios

Responses

  1. […] (continua …) Classificar isto: Share this:FacebookTwitterMaisEmailPrintGostar disto:GostoBe the first to like this post. […]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: