Publicado por: peregrino | 24 de Maio de 2011

O caminho certo

Iniciou-se no passado Domingo a campanha eleitoral para as Eleições Legislativas de 2011 mas antes Portugal teve oportunidade de assistir aos debates (frente-a-frente) entre os líderes partidários. No entanto, para surpresa (ou talvez não!) de todos aqueles que estão minimamente cientes da gravidade da situação que o País atravessa, os partidos sem assento parlamentar foram excluídos dos referidos debates. Qual a razão disto acontecer? Que (des)igualdade é esta? Foram os partidos representados no Parlamento que levaram Portugal ao actual estado (bem deprimente, por sinal). Será que são eles que têm as soluções para a nossa Nação? Não souberam gerir Portugal nem no passado nem no presente! Será que irão saber no futuro?

Saindo do âmbito partidário pode-se pensar na República em geral (porque o problema de Portugal é mais abrangente). Só na 3ª República o prestígio, o orgulho e a auto-estima nacionais foram gravemente feridos por 3 vezes! No passado a República já se mostrou incapaz de governar os destinos nacionais. Essa incapacidade foi confirmada pelos tempos presentes! Há algum sinal que nos garanta que o futuro será diferente?

Não será altura de uma mudança verdadeira? Não será altura de acordar e perceber que o caminho que Portugal começou a trilhar em 1910 é um caminho errado? Mudemos, pois, para o caminho certo.

Viva o Reino de Portugal

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: