Publicado por: peregrino | 10 de Maio de 2011

Não convém, não é verdade? (IV)

Antes de prosseguir sugere-se a leitura das três primeiras partes (Parte I; Parte II; Parte III) deste artigo.

Em jeito de conclusão pode-se dizer que com o passado Casamento Real, se perdeu uma óptima oportunidade de informar o povo português (como se esperava dum País dito desenvolvido que preza a cultura e o esclarecimento dos seus cidadãos) sobre as razões dos britânicos (e não só) ainda preferirem a Monarquia e as razões desse regime funcionar tão bem.

Ao invés disso, e salvo raras excepções, perdeu-se tempo com filmes e séries desfasados da realidade, reportagens e directos com comentários infelizes, tendenciosos e com graves incorrecções. Infelizmente não se pode dizer que isto tenha sido uma total surpresa.

No entanto não se pode deixar de lamentar que os pontos fundamentais não tenham sido devidamente salientados, debatidos e esclarecidos. Mas claro, não convém a alguém, não é verdade?

Advertisements

Responses

  1. […] (continua na parte 4 – última parte) […]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: