Publicado por: peregrino | 2 de Novembro de 2010

Uma mulher, um País, uma vida

A Rainha D. Amélia, de seu nome completo Maria Amélia Luísa Helena de Orleães, ou simplesmente Amélia, foi uma Rainha, uma Mulher, uma Mãe à frente do seu tempo. Culta, inteligente, elegante, bela. Apesar de apenas Rainha Consorte, amou verdadeiramente o País que acolheu como seu e para o qual pediu para voltar após a sua morte. Única, dedicou a sua vida, usando o seu papel na sociedade nacional e internacional, a erradicar os males sociais (de Portugal) da época, quantas vezes usando os seus rendimentos pessoais! Dispensários, Sanatórios, lactários populares, cozinhas económicas, Instituto de Socorro a Náufragos são apenas algumas das obras desta rainha. Para além disso apoiou fortemente as artes e a cultura. Foi, no entanto, caluniada e criticada. Oportunistas sem escrúpulos do final do sec. XIX, inícios do sec. XX mentiram descaradamente a seu respeito, espalhando pela população uma ideia errada sobre a rainha. Conseguiram, por fim, em 1910, aquilo que pretendiam: expulsar uma das mais extraordinárias rainhas que Portugal já conheceu. Mas antes disso mataram-lhe barbaramente o marido e o filho primogénito.

A obra da rainha D. Amélia foi extensa e notável não tendo paralelo nem encontrando eco em nenhuma das suas ‘congéneres’ republicanas. Foram-lhe feitas algumas homenagens, é certo, mas perante tão grande vulto da história nacional falta algo fundamental. Perante o sofrimento que causaram a quem sempre amou e lutou por esta terra, para que fossem criadas melhores condições, Portugal deve, sem margem para dúvidas, um pedido de desculpas. Nunca é tarde para reconhecer os erros. Os bons exemplos devem ser lembrados, homenageados e exaltados.

Não se trata de ser monárquico ou republicano. Trata-se de reconhecer uma obra e uma dedicação única a este País. Trata-se de reconhecer que, para que uma minoria triunfasse, fizeram sofrer uma inocente que apenas queria bem a Portugal e aos Portugueses.

Haja coragem para dizer, com todo o respeito e admiração que D.Amélia merece

Perdoe Majestade.

Anúncios

Responses

  1. Parabéns por este magnífico texto em louvor de uma Excelsa Raínha.
    A minha admiração por S. M., A Raínha Dona Amélia, cresce a cada dia que passa…

    • Bem haja pelo seu comentário e por dar voz, no seu blog, a esta homenagem a S.M. a Rainha D.Amélia. A sua memória tem de ser resgatada. Tanto a sua vida como a sua obra (ambas extraordinárias) têm de ser conhecidas e reconhecidas. A Rainha D.Amélia merece!

  2. […] hoje 60 anos sobre o falecimento de S.M. a Rainha D.Amélia. Já foi feita aqui uma pequena homenagem a esta extraordinária Rainha mas o problema é que todas as palavras são […]


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Categorias

%d bloggers like this: